• Yamaha 2009 -
  • Sobre Pianos Usados Yamaha

     

    Fernando Rosado - EsclarecimentoNa qualidade de Técnicos, Especialistas e Comerciantes de Pianos, cumpre-nos esclarecer o Público em geral acerca do texto “sobre pianos usados” que se encontra no site da Yamaha Portugal.

    O referido texto carece de informação técnica e cientifica fundamentada que sustente as teorias que apresenta.

    Nele são apontadas uma série de incongruências e contradições de fundo que criam um ambiente de insegurança no público leigo com o objectivo de o afastar da possível aquisição de um Piano Yamaha usado.

    O texto é tanto mais contraditório quando é lançado pela própria Yamaha que num exercício de “auto flagelação comercial” avisa o público para os “perigos” de comprar os pianos da sua marca, não referindo quaisquer outros problemas existentes noutras marcas.

    A razão

    A razão de fundo que cremos levou os “vendedores” em Portugal a arriscar o lançamento desta “fraude informativa”, prende-se com o facto de o Mercado Mundial e Nacional, dar preferência crescente aos Excelentes Pianos Yamaha de Gama Alta, construídos no Japão, com idades compreendidas entre 10 e 40/50 anos, que constituem uma opção de compra inteligente e económica para o publico, amador e profissional, mas que fazem baixar drasticamente as vendas de Pianos Novos em Geral.

    "Deste modo e perante essa incapacidade de concorrer contra o seu próprio material, os responsáveis da Yamaha em Portugal, resolveram optar por este tipo de estratégia que tenta confundir o cliente leigo transmitindo um tipo de “informação” manipulada e com graves erros Técnicos."

    O processo tem vindo a ser utilizado ao longo dos últimos anos em vários países tendo em alguns casos resultado “relativamente bem” para os objectivos da Yamaha mas de uma forma geral revelou-se um total fracasso.

    A causa desse fracasso prende-se essencialmente com o facto da argumentação utilizada ser facilmente desmontada por técnicos, especialistas e clientes em geral e ser contraposta pelos próprios proprietários dos pianos usados.

    Na realidade ...

    o facto dos Pianos que são apontados como “impróprios” para o mercado europeu se encontrarem todos de “excelente saúde” e fazerem a felicidade de milhares de utilizadores amadores e profissionais refuta naturalmente a ideia que a Yamaha tenta transmitir.

    Não existe também, nenhum registo oficial ou qualquer vaga de reclamações dos utilizadores e proprietários desses pianos nem qualquer problema na sua manutenção e a crescente procura destes instrumentos prova precisamente o oposto. Existe sim, uma procura que excede muitas vezes a capacidade de oferta, pois sendo Pianos usados, dependem da circulação do mercado e não da quantidade de produção.

    Na verdade os níveis de qualidade e durabilidade desses instrumentos é de um modo geral, tão elevado que se pode considerar que não existem reclamações e para a Yamaha, esse é o “grande problema” dos pianos usados Yamaha. Eles são mais baratos que os pianos Yamaha novos e em alguns aspectos cumprem melhor as exigências do utilizador mas concorrem directamente com os pianos Yamaha novos sem que  a Yamaha consiga ter o controlo do mercado.

    "Deste modo podemos Informar os Clientes  e assegurar sem dúvidas de qualquer espécie que a opção de comprar um Piano Yamaha Usado (vertical ou de cauda), continua a ser uma excelente  opção a considerar e que não existe em Portugal nenhuma reclamação nem qualquer registo de problemas de qualquer espécie em Pianos usados Yamaha. "

    Fernando Rosado - EsclarecimentoExistem sim diversas reclamações dos Pianos Yamaha de baixa gama fabricados na Indonésia, China e Inglaterra que destoam da qualidade evidenciada ao longo de várias décadas pelos Pianos fabricados no Japão.

    Os Pianos Yamaha Usados, fabricados no Japão,  são excelentes instrumentos (tal como foram em novos), e  não apresentam nenhuns problemas que os desvalorizem substancialmente nem que dificultam a assistência técnica.

    Do Ponto de vista Comercial são os Pianos que mais valor comercial possuem e mantêm ao longo do tempo, uma vez que a qualidade se mantém estável sem necessitar de intervenções técnicas complexas nem de afinações permanentes. 

    Do Ponto de vista Técnico são os Pianos preferidos pelos Técnicos e Afinadores pela sua qualidade de afinação e regulação e por se manterem estáveis durante mais tempo que a maioria dos pianos.

    A sugestão final que damos ao Público em Geral, que ainda possa ter dúvidas, é de procurarem informação credível e imparcial acerca desta matéria e acima de tudo que se aconselhem junto de Técnicos / Especialistas e junto dos Particulares, Profissionais e Instituições que são proprietárias desse tipo de Pianos. Eles serão sem dúvida os melhores conselheiros e a face da Verdade.

    Nota Final

    O quadro que no texto da Yamaha relaciona a Idade/valor dos Pianos Yamaha Usados não tem rigor nem qualquer valor do ponto de vista da realidade do mercado, uma vez que apresenta valores totalmente errados e que apenas cumprem a função de confundir o Público leigo.

    O exemplo referido é especialmente infeliz uma vez que foi escolhido um Piano (Yamaha modelo U3), que foi considerado um dos melhores pianos verticais usados a nível Mundial (o melhor na relação qualidade/preço) e é sujeito a uma “avaliação ridícula”. Deste modo a Yamaha prejudica a sua própria imagem pois informa directamente o cliente do Piano Novo que esse piano irá ter um valor muito reduzido no futuro.

    De referir também que a explicação da hipotética desvalorização dos Pianos Yamaha provocada pelo “bicho da madeira no tampo harmónico” é um grave erro técnico que apenas comprova a leviandade do artigo publicado e que demonstra total ignorância acerca desta matéria.

     

    Fernando Rosado

  • Sobre Pianos Usados Yamaha2

     

    esclarecimento01Após a primeira tentativa lograda de confundir o Público e manipular o mercado livre de Pianos usados em Portugal, a Yamaha lança dois anos após o texto "Pianos usados – Não compre gato por lebre" a gama de Pianos usados Yamaha2.

    Por incrível que possa parecer, a Yamaha vem dois anos depois de desaconselhar veementemente a compra de pianos Yamaha usados, (ver texto "gato por lebre") aconselhar vivamente a compra desses mesmos pianos Yamaha usados...mas , desta feita, "vendidos pela Yamaha".

    É REALMENTE "CONFUSO"...MAS EXPLICÁVEL


    No nosso anterior esclarecimento, (ver o nosso esclarecimento ao gato por lebre) explicámos ao Público os motivos que levaram a Yamaha a cometer a fraude informativa que afirmava que a compra de pianos Yamaha usados encerrava enormes riscos...

    A nossa explicação colocou Verdade sobre o assunto obrigando a Yamaha a retirar alguns parágrafos do seu texto (actualmente integralmente retirado). Os clientes entenderam claramente que a informação falsa e manipulada emitida pela Yamaha apenas tinha como objectivo condicionar o mercado Livre de Pianos usados e em particular de pianos Yamaha e atemorizar o Publico em geral. A reacção ao nosso esclarecimento por parte do Público foi vasta, atenta, interessada e inteligente. Perante a evidência dos factos apontados, facilmente as Pessoas perceberam que a "informação" lançada pela Yamaha não só era falsa como visava afectar directamente a decisão dos clientes no acto da compra de um piano usado. O clima de "terror" que a Yamaha tentava colocar em torno da compra de um Piano foi facilmente desmascarado, e os resultados pretendidos pela Yamaha não atingiram os seus objectivos.

    "Perante o fracasso dessa acção (não existiram quebras de vendas dos pianos usados), a Yamaha tenta agora resolver o seu grave problema da quebra de vendas dos pianos novos, vendendo também os "tais pianosbusados" que denegriu e banalizou no passado recente (ver excertos texto "gato por lebre") "

    No novo "formato", a Yamaha está a aconselhar a compra dos mesmos pianos que no artigo anterior ("gato por lebre..."), considerava como tendo um valor comercial "praticamente nulo "...

    No espaço de dois anos, para a Yamaha, os seus Pianos usados passam de "bestas" a "bestiais" e o que era anteriormente verdade é agora mentira e vice-versa... A actual novidade é que os "tais pianos usados" que no esclarecimento anterior nós considerámos como de excelente qualidade, e que a Yamaha considerava de valor "praticamente nulo"...para a Yamaha, só encerram essa qualidade quando controlados e comercializados pela própria Yamaha...

    PARECE-NOS CLARO E EVIDENTE ...


    Logo YamahaQue esta nova manobra de marketing sem escrúpulos, dos "certificados oficiais" dos "agentes autorizados" e dos "pianos seleccionados????..." permitirá à Yamaha inflacionar o valor dos Pianos por si Comercializados, vender pianos mais antigos por valores desproporcionados e tentará denegrir os Pianos comercializados no mercado corrente e concorrente, dos quais lembramos, não existem reclamações nem qualquer tipo de problema a apontar.

    Mais uma vez a Yamaha falta à verdade em vários aspectos do seu discurso, pois não sendo a Yamaha uma Empresa especializada em pianos Usados, não tendo a Yamaha um perfil de formação de técnicos especializados em Pianos usados, não elucidando a Yamaha quais são os modelos ou números de série dos Pianos de maior ou menor qualidade fabricados para a Europa ou para o mercado Japonês (o que já explicámos que é uma afirmação falsa), a Yamaha transmite mais uma vez um tipo de informação Falsa e Manipulada.

    É também extremamente grave do ponto de vista Comercial e Ético que a Yamaha se refira aos Pianos não comercializados por si como "pianos do mercado negro" ou "pianos de contentor", tentando deste modo denegrir os concorrentes com argumentos falsos e atemorizar o Público com cenários falaciosos.

    Fernando Rosado - EsclarecimentoO comércio livre de Pianos usados existe à escala Planetária há várias décadas e a Yamaha como empresa Produtora de Pianos Novos, tem nesse comércio um dos seus principais concorrentes e problemas.. Não existe nenhum "mercado ilegal ou paralelo " como a Yamaha tenta fazer crer nem existem pianos que sejam transportados do Japão sem serem devidamente credenciados ou controlados. A Ideia que a Yamaha tenta transmitir de Pianos Yamaha "pirata" ou "falsos", importados por "malfeitores" é mais uma artefacto de marketing de nível básico, para tentar atemorizar o Público Leigo e denegrir a Imagem dos Concorrentes. O que a Yamaha Tenta fazer agora também com os Pianos usados é "queimar para reinar", tentando de todos os modos anular todo e qualquer tipo de concorrência.

    Este tipo de abordagem comercial que a Yamaha insiste em utilizar, é na nossa opinião de Técnicos, Comerciantes e Especialistas em Pianos um exemplo extremamente negativo de má ética comercial e um enorme desrespeito em relação aos Clientes Pianistas e ao Meio Musical.

    "Não é aceitável que uma marca com o Prestigio e historial da Yamaha, utilize num momento menos feliz da sua História, uma estratégia de "terrorismo comercial" não olhando a meios para atingir os seus fins e objectivos comerciais, prejudicando com isso todo o mercado, empresas do ramo, técnicos independentes, pianistas, profissionais, Instituições e o Público leigo. "

    A Yamaha com este tipo de estratégia , não só não contribui para o esclarecimento verdadeiro das reais contingências que envolvem a compra de um Piano, como tenta , através da informação manipulada, falsa e por vezes ridícula do ponto de vista técnico, reconquistar a presença que tem vindo a perder, precisamente por uma quebra generalizada da qualidade dos seus produtos, mas também ao nível do relacionamento com o mercado.

    Da nossa Parte, como Empresa de Referência no mercado Nacional e Internacional, também no aconselhamento ao Público, com um Historial de 20 Anos ao Serviço do Meio Musical, sentimo-nos na Obrigação (pela segunda vez em 2 anos) de denunciar aquilo que consideramos ser Uma Fraude Informativa, assumindo pública e oficialmente a nossa posição perante os nossos Clientes e Público em geral.

    O nosso compromisso com a Verdade e com os nossos Clientes, é superior a qualquer tipo de interesse ou relação comercial porque também é isso que os nossos Clientes esperam de nós.


    Fernando Rosado

     

    P.S. Gostaríamos de deixar claro que a Relação Comercial da Empresa Fernando Rosado com a Yamaha (Portugal) 1990/2007, foi rompida unilateralmente por decisão própria após considerarmos que os Objectivos e Enquadramentos Ético/Comerciais da Fernando Rosado Lda., e da Yamaha Portugal, são profundamente antagónicos e incompatíveis. A Fernando Rosado Lda., vendeu até há dada cerca de 2.000 (dois mil) pianos Yamaha novos e usados, dos modelos e anos de produção apenas seleccionados de um modo Independente e Especializado, pela nossa Empresa e comprados às Empresas (Nacionais e Internacionais) que respeitem os princípios elementares de boa Ética e Relacionamento Comercial.